IREE - José Carlos Madia: A solidariedade para inclusão no Largo São Francisco

O presidente da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito (Arcadas), José Carlos Madia de Souza, foi entrevistado pelo presidente do IREE, Walfrido Warde, sobre a atuação da entidade para tornar a faculdade mais inclusiva e diversa.


Um dos principais projetos em andamento é o “Adote um aluno”, um programa em que ex-alunos da Faculdade de Direito do Largo São Francisco concedem bolsas de estudo para alunos de baixa renda. Hoje a associação concede 15 bolsas no valor de 600 reais cada uma, e a meta é chegar a 25 bolsas em 2020.


“Sabemos que ainda é insuficiente, mas é uma coisa que veio para ficar e vai crescer. Vamos fazer uma grande campanha de divulgação em 2020, pois muitos colegas estão propensos a ajudar, mas ainda não sabem como”, diz Madia de Souza.


O advogado formou-se em Direito na USP em 1964 e dedicou cerca de 30 anos de sua carreira ao trabalho no setor financeiro. Ele fala na entrevista sobre as raízes da personalidade solidária e republicana da Faculdade de Direito do Largo São Francisco.

“Acho que temos dois fatores importantes que marcam a nossa personalidade. Um é o lado da solidariedade, que foi dado pelo Julius Frank, professor alemão, que dava aula num curso anexo, um preparatório que havia quando a faculdade foi fundada. O outro lado é o lado político, que vem com Líbero Badaró, um médico italiano que veio para o Brasil e que foi assassinado por que era republicano.”


O presidente da Arcadas defende a política de cotas e reforça a necessidade de dar apoio para que os alunos cotistas permaneçam na faculdade. “A política de cotas é muito acertada, mas não basta abrir uma vaga, você tem que dar subsídios.”

Conheça mais sobre o programa Adote um aluno e veja como ajudar aqui.




ENDEREÇO DA PÁGINA

https://iree.org.br/jose-carlos-madia-a-solidariedade-para-inclusao-no-largo-sao-francisco/

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo